Era uma vez… no “Inferno”

Capa de Inferno

Capa de Inferno

Galera, estamos estreando a coluna “Era uma vez…” aqui no Em Sena. Temos que expandir horizontes, certo? SIMMMM! Essa coluna falará sobre o mundo da literatura e contará com resenhas sobre livros de diversos estilos. E qual o melhor jeito de começar a coluna se não com um livro MUITO bom?

E é aí que escolhi “Inferno”, de Dan Brown, que terminei de ler recentemente.

Depois de correr contra o tempo nas ruas do Vaticano em “Anjos e Demônios”, de Paris em “O Código da Vinci” e de Washington D.C. em “O Símbolo Perdido”, o professor de história e simbologia de Harvard, Robert Langdon, está de volta em mais uma obra do talentosíssimo escritor norte americano Dan Brown.

Começamos “Inferno” com Langdon tendo fragmentos de lembranças de uma misteriosa mulher de cabelos prateados que está num lugar que cheira a morte e tem pessoas enterradas até a cintura, de cabeça para baixo, agonizando. Essa mulher fica repetindo a mesma frase para Robert Langdon, “busca e encontrarás”, e ele não tem a mínima noção do que aquilo quer dizer.

O professor desperta e se vê num quarto de hospital, com uma dor sufocante na parte de trás da cabeça. Um detalhe: ele não faz ideia e nem se lembra de como fora parar ali. Langdon fica extremamente confuso com toda a situação, pois a última coisa que se lembra era de estar no campus de Harvard, e acordar num hospital, sem lembranças, é uma coisa um tanto quanto perturbadora.

Após sofrer um atentado à sua vida, Langdon consegue fugir do hospital na companhia da jovem médica de cabelos loiros, Dra. Sienna Brooks. E é aí que a trama começa a ficar interessante.

Florença, na Itália, onde se passa a maioria do livro.

Florença, na Itália, onde se passa a maioria do livro.

Em posse de um misterioso objeto e sendo perseguido por homens de preto, o professor Langdon e a doutora saem em busca de respostas e pistas por toda Florença, na Itália, ligadas a obra “A Divida Comédia”, de Dante Alighieri. Eles não param de fugir um segundo sequer, enquanto em sua busca uma pista vai levando a outra pista, até todo o mistério ligado a obra de Dante ser finalmente descoberto e se revelar uma ideia monstruosa.

A obra de Dante é um clássico poema italiano, datado do século XIV, que influenciou muito a literatura mundial. Nela mostra o autor realizando, junto com seu guia Virgílio, uma jornada espiritual do Inferno até o Paraíso, passando pelo Purgatório.

Mappa de'll Inferno, por Sandro Botticelli

Mappa de’ll Inferno, por Sandro Botticelli. Cada nível (Inferno, Purgatório e Paraíso) possuem subníveis.

A narração de Dan Brown nos deixa sem fôlego. A cada capítulo o livro nos prende mais e mais, até chegar ao ponto onde se torna quase impossível de parar de ler (e não pare MESMO, a não ser para comer ou tomar banho hehehe). As citações e descrições que o autor faz sobre os monumentos e a arte da Europa possuem perfeição de detalhes, fazendo o leitor ser capaz de expandir a imaginação e se ver no próprio local que está sendo descrito. Também despertam uma vontade de comprar uma passagem para o primeiro voo para a Itália.

“Inferno” deixa um pouco a desejar no quesito ação se compararmos com os livros anteriores. Porém, não deixa de ser bom, mesmo com Dan Brown repetindo a mesma receita das outras aventuras do professor Langdon. A trama deixa o leitor cheio de perguntas. Além do mais, a beira de um escândalo mundial, em quem o professor Langdon deve confiar? Qual será o futuro da humanidade se continuarmos a agir como agimos? Isso, caro leitor, só você poderá responder.

Carolina Faria

PS.: “Inferno” terá uma adaptação para o cinema, com Tom Hanks reprisando o papel de Robert Langdon pela terceira vez. O filme tem lançamento marcado para 18 de dezembro de 2015, pela Sony.

Anúncios

Um comentário sobre “Era uma vez… no “Inferno”

  1. Humm…assim que terminar de ler o que estou lendo (Rahel Varnhagem Judia alemã na época do romantismo) de Hannah Arendt, me interessei nessa nova aventura do profº Langdon. Valeu pela dica!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s