Era uma vez… em “GO”


go

“GO” foi um livro que me tocou muito. Uma amiga muito especial me indicou e eu resolvi ler. Foi, com certeza, um dos melhores livros já li na minha vida.

Me deparei com GO quando estava no último ano do colégio. Eu não tinha a mínima noção do que iria fazer da vida e esse livro, junto de muitos outros, me ajudou a sair viva desse fato.

GO nos conta a história de Junior, um rapaz de 29 anos que mora em São Paulo, é meio amargurado com a vida e está desempregado, mas toca como DJ num bar meio underground paulista chamada The Passenger.

Enquanto vive sua vida amargurada e um amor não resolvido, Junior sonha em publicar um livro (Kubikova), mesmo sem saber sobre o que esse livro é. Ele vai escrevendo enquanto não acha uma razão pelo o que viver, algo para preencher o buraco que ele tem no peito.

Numa dessas noite em que toca no bar, Farenhreit (que é o nome de DJ de Junior) conhece Ginger, uma moça que é descrita como muito bonita, e que vem a ser alguém muito importante na vida do protagonista, no meio das reviravoltas de seu mundo.

ed83606522ef50b44500ea1af4fb0085

O autor do livro, Nick Farewell, nasceu na Coréia do Sul, mas depois que veio pro Brasil em 1985 começou a se considerar brasileiro de coração. E ah, ele acabou de tornando escritor por acidente, rs.

Farewell também publicou outros quatro livros, “Mr. Blues & Lady Jazz” que narra o que aconteceu entre o começo e o término do relacionamento entre Ginger e Junior, “Uma Vida Imaginária” que conta a história de um homem que diz que sua vida não é realmente dele, mas sim de alguém que a está imaginando, “Manual de Sobrevivência para Suicídas” que é um livro de poemas e por último, o mais recente “Reversíveis”, que é um conjunto de três peças que tem como temática recorrente o amor.

Enfim, “GO” é um livro com texto maravilhoso. É profundo, cheio de citações memoráveis e consegue tocar o coração e a mente de quem se permitir. Você se identifica com Mr. Farenhreit de um modo que às vezes pode chegar a pensar que é a sua vida ali descrita naquele livro. Você se sente solitário, procurando por alguém pra preencher esse seu buraco no peito. Você começa a pensar na vida de um outro jeito e tenta ver o que realmente vale a pena.

tumblr_mz8q58HlN71ser5jao1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s